Construvendas

Entre em contato conosco!

Voltar

Automação residencial: vale a pena o investimento?

Publicado por Construvenda,
19 de junho de 2017

Automação residencial: vale a pena o investimento?
Com os avanços tecnológicos, ganhamos cada vez mais praticidade em nosso dia a dia. Seja ao pedir uma pizza usando um aplicativo no celular ou ao fazer compras pela internet. Estamos sempre conectados e em busca de novos recursos para facilitar a vida, não é mesmo?

Uma técnica que vem conquistando espaço é a automação residencial, que tem como objetivo garantir mais conforto e segurança em nossas casas. Mas e aí, quanto é o investimento? Será que realmente vale a pena?

Dados divulgados pela pela Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside) apontam que o mercado global de automação tem projeção de crescimento anual de 11,36% entre 2014 e 2020. E mais: estima-se que 300 mil casas, no Brasil, possuem esse tipo de tecnologia. Interessante, não? Já o potencial atual para o fornecimento de equipamentos é de 1,8 milhão de casas.

A automação trabalha de forma harmônica com os equipamentos de alta tecnologia desenvolvidos para as residências, como aparelhos de áudio, home e televisão, assim como alarmes e sistema de segurança. Neste último, é possível investir em alarmes contra roubos, aviso de vazamento de gás ou falhas elétricas.

A automação também é capaz de otimizar o consumo, pois a energia só é usada quando necessária. Com um controle remoto, é possível ajustar o tempo do ar-condicionado, da iluminação e dispositivos de áudio e vídeo.

Apesar dos benefícios, é preciso levar em conta o atual momento econômico e político do Brasil. Agir com cautela é a melhor solução, uma vez que o investimento nesse tipo de tecnologia é alto.

Independente disso, este é um mercado que tende a crescer cada vez mais e, futuramente, pode ser um diferencial no seu imóvel.

E você? O que você acha da automação residencial? É algo que te interessa? Compartilhe sua opinião com a gente!

 

Fonte: Revista ZAP em Casa