Construvendas

Entre em contato conosco!

Voltar

Circuito das Águas Paulista: o que fazer

Publicado por Construvenda,
18 de dezembro de 2017

Circuito das Águas Paulista: o que fazer
Chegou a época das férias da criançada, e junto com ela aquela dúvida paira no ar: como divertir as crianças sem gastar muito com passeios no interior de São Paulo? A resposta pode estar no Circuito das Águas Paulista, um destino com muitas opções para todos os gostos, desde passeios para quem prefere a tranquilidade até destinos que reservam muita aventura.

Quer conhecer o Circuito das Águas Paulista e saber o que fazer nas cidades que fazem parte dele? Confira nossas dicas!

Águas de Lindóia


Não podíamos começar nossas dicas se não fosse por essa cidade que é conhecida como um dos mais importantes centros hidroclimáticos do mundo. Suas águas são conhecidas por possuírem propriedades medicinais de preservação e recuperação da saúde.

No Balneário Municipal é possível fazer banho de imersão, massagens, mergulhos em piscinas de água mineral, ducha escocesa e banho de argila. As águas do balneário possuem diversas propriedades, entre elas digestivas, diuréticas e estimulantes.

Lindóia


Outra cidade que não pode ficar de fora é Lindóia, considerada a Capital da Água Mineral e onde são produzidas 40% da água mineral consumida no Brasil.

Por estar em meio à Serra da Mantiqueira, a cidade possui muitas belezas naturais com uma vegetação exuberante e muitas cachoeiras onde é possível tomar banho e suas águas cristalinas.

A grande atração da cidade é o Grande Lago, um complexo turístico com 260 mil m² de piscinas naturais e espelhos d’água. Conta conta um Clube Náutico e é procurado por seu Ecoturismo e também pelo Turismo de Esporte e Lazer, como pesca, trekking, esportes náuticos, mountain bike e moto cross.

Serra Negra


A cidade possui atrações turísticas para todos os gosto, do verão até o inverno, espalhados por mais de 70 hotéis-fazenda, pousadas e centros gastronômicos. Assim como Águas de Lindóia, também possui fontes de água mineral conhecidas por suas propriedades terapêuticas.

No Alto da Serra, o pico de maior altitude da cidade, é possível ter uma vista panorâmica de mais de 10 cidades da região, além de fazer saltos de parapente e asa-delta.  Para quem prefere passeios gastronômicos, a opção é a Rota Turística do Queijo e do Vinho que passa por sítios para mostrar o processo de fabricação de queijos, fazer degustação dos produtos e também de vinhos de todos os tipos.

Já visitou alguma das cidades do Circuito das Águas Paulista? Conte para nós o que achou do passeio!