Construvendas

Entre em contato conosco!

Voltar

Segurança em condomínios: como garantir

Publicado por Construvenda,
14 de setembro de 2017

Segurança em condomínios: como garantir
Morar em um residencial fechado é sinônimo de estar seguro para muitas pessoas, mas como garantir de verdade a segurança em condomínios em tempos que vemos tantos casos de invasão?

Separamos alguns equipamentos que garantem a segurança em um condomínio fechado, além de alguns hábitos de moradores para diminuir o risco de invasões. Confira.

Tecnologia a favor da segurança


Diversas tecnologias estão a favor da segurança de condomínios fechado e edifícios residenciais. Confira algumas para controle de fluxo de visitantes e moradores:

- Guaritas: em condomínios e loteamentos fechados, o ideal é ter uma guarita para controlar quem entra e sai do empreendimento. Melhor ainda se este sistema estiver atrelado a alguma tecnologia eletrônica para guardar os dados dos visitantes, como modelo do carro, placa, RG, CPF e nome completo de quem se identificar na guarita. Existem diversos softwares que podem guardar com segurança esses dados e você pode acessá-los a qualquer momento.

- Biometria: tanto prédios residenciais como comerciais estão trocando seu sistema de segurança para o cadastro biométrico, mesmo utilizado atualmente em muitos caixas eletrônicos no lugar da senha. Ele garante ainda mais segurança, já que para acessar o prédio sua digital precisa estar cadastrada.

Antigamente, apenas com os crachás, ficava muito fácil burlar o sistema ou até mesmo furtar crachás e acessa o prédio sem maiores problemas.

- Câmera de segurança: ela pode parecer inofensiva, mas pelo simples fato de estar ali já inibi a ação de muitos aproveitadores. Por meio das câmeras de segurança é possível acompanhar em tempo real a movimentação de um determinado local e, caso haja algum movimento suspeito, acionar as autoridades.

Além disso, tudo que por elas é registrado fica gravado e você pode acessar a qualquer momento o conteúdo. Isso facilita e muito o trabalho de identificação de suspeitos pela polícia.

Mais segurança com a colaboração de todos


Contar apenas com a tecnologia para garantir a segurança do condomínio fechado é dar sorte para o azar. Apesar de serem muito eficazes, as medidas de segurança que citamos não bastam sozinhas. É preciso que os moradores tomem alguns cuidados para garantir a segurança. São elas:

- Ao entrar no condomínio, preste atenção de que não está sendo seguido por nenhum carro ou moto suspeitos;

- Não acione a abertura do portão do condomínio quando ainda estiver longe dele, espere chegar bem perto e garanta que ninguém está à espreita antes de acioná-lo;

- Nunca deixe seu carro destrancado ou com a chave no contato. O mesmo vale para a porta de casa, a mantenha sempre trancada;

- Ao perceber algum problema com luzes queimada, câmeras fora de funcionamento ou portão quebrado, avise ao síndico.

A tecnologia pode ser uma ótima aliada da segurança em condomínios, mas contar apenas com ela não é indicado, você também deve ficar ligado em falhas de segurança e reportar quando algo estiver errado.